O que é empreendedorismo digital? Como começar? 4 ideias + tipos

0800 60 Clique para ver

Empreendedorismo digital: o que é preciso para ser um empreendedor? + 7 dicas para começar

Por Alexandre Borin

Empreendedorismo

Publicado - 05/11/2021

Baixe nosso material mais recente!

Baixe nosso material mais recente!
Baixar Material
Empreendedorismo digital: o que é preciso para ser um empreendedor? + 7 dicas para começar

Sumário

    O que é empreendedorismo digital? O que é preciso para ser um empreendedor de internet? É possível ganhar dinheiro assim? Saiba mais!

    Empreendedorismo digital: o que é?

    O empreendedorismo digital surgiu como uma forte tendência, principalmente para os profissionais que buscam flexibilidade e condições diferenciadas de trabalho.

    Segundo pesquisa realizada pela HeroSpark de 2020, mais de 50% dos empreendedores digitais deram início à sua organização há menos de um ano. Isso mostra o poder das transformações digitais em um cenário que permite que as pessoas encontrem novas maneiras de empreender.

    Quer saber mais sobre o que é empreendedorismo digital e o que é necessário para se tornar um empreendedor? Quais as principais ideias e tipos existentes? Continue a leitura!

    O que é empreendedorismo digital?

    Entender o que é empreendedorismo digital é mais simples do que parece, principalmente ao considerar a sua popularização nos últimos anos.

    Basicamente, o empreendedorismo digital é um modelo de negócio em que a divulgação e venda de produtos ou serviços é feita por meio da internet, sem a necessidade de possuir espaços físicos.

    Isso permite que empreendedores comecem a sua empresa com um baixo investimento, e muitas vezes obtendo um rápido retorno financeiro, principalmente quando se tem um bom planejamento e visão estratégica.

    Talvez você já consiga pensar em alguns tipos de empreendedorismo digital que já viu por aí. Como falamos, é uma área que está em expansão, mas que ainda tem espaço para novos empreendedores.

    Afinal, quanto mais a tecnologia e a transformação digital avançam, maior é o desenvolvimento do empreendedorismo na internet.

    Por que ser um empreendedor digital?

    Agora que você já sabe o que é empreendedorismo digital, deve estar se perguntando como fazer isso ou até mesmo se vale a pena. Então, vamos falar sobre os principais benefícios.

    A primeira das vantagens, como já ressaltamos anteriormente, é o baixo investimento inicial. Diferente de estabelecimentos físicos, em que é necessário pensar na locação de um espaço, além de contas como água e energia, por ser digital, os custos são inferiores.

    É claro que você precisa refletir sobre o que é preciso para ser um empreendedor digital de acordo com o seu segmento e tipo de empreendimento. Por exemplo, se você pretende abrir um e-commerce, deve avaliar as diferentes plataformas, analisar os investimentos em cada uma e até mesmo pensar na logística do estoque.

    Por outro lado, se a sua intenção é dar aulas e cursos, deve ponderar sobre as ferramentas necessárias para isso: uma boa câmera ou celular para realizar a gravação, microfone e a plataforma para disponibilizar o material. Todas essas são questões que devem ser consideradas

    O próximo benefício é a questão da administração de tempo, que traz a possibilidade de ter uma melhor qualidade de vida. Isso porque você é o responsável por gerenciar horários, atividades que devem ser feitas e quando deve ser entregue.

    Junto com isso, é claro, vem também grandes responsabilidades: afinal, se você não se dedicar ao que precisa ser feito, então não alcançará os resultados que deseja.

    Por outro lado, com um bom planejamento, estabelecimento de metas e foco, é possível expandir o empreendimento e apresentar bons diferenciais competitivos.

    4 ideias de empreendedorismo digital

    Pronto para ter ideias, conhecer os principais tipos e ver onde você se encaixa dentro desse cenário digital? Confira!

    Criador de conteúdo

    Empreendedorismo digital: criador de conteúdo

    Já pensou em criar conteúdo para internet? Isso pode ser feito de diferentes maneiras:

    • blog;
    • vídeos para YouTube ou outras plataformas;
    • podcasts;
    • redes sociais (Instagram, Facebook, TikTok, Twitter).

    Possibilidades não faltam. Mas antes de escolher por um desses (ou uma combinação de vários) é importante pensar no nicho de mercado e elaborar um plano de ação. Mas fique tranquilo, falaremos sobre isso daqui a pouco.

    E-commerce

    Conhecido também como lojas virtuais, o e-commerce permite que você venda mercadorias em diferentes marketplaces. O empreendedor pode começar com um negócio pequeno e poucos produtos disponíveis, mas expandir conforme as vendas aumentarem.

    Orientação e consultoria

    Se você é especialista em alguma área, como contador, advogado, revisor, ou qualquer outra, uma boa oportunidade de empreendedorismo digital é dar consultorias.

    Nesse caso, ter presença no mundo online é uma boa estratégia, com materiais de divulgação para mostrar a sua autoridade no assunto, seja por meio de cursos que você fez ou cases de sucesso nas orientações já realizadas.

    Ensino e cursos

    Também é possível criar cursos específicos sobre áreas que você domina ou então dar palestras online. Essa é uma boa maneira de evidenciar os seus conhecimentos e, principalmente, passar o que você já sabe para outras pessoas.

    O que é preciso para ser um empreendedor digital?

    É essencial que você avalie todas essas ideias de empreendedorismo digital antes de definir qual se encaixa melhor ao seu perfil e ao que você tem a oferecer. Agora, vamos falar de algumas dicas para colocar em prática.

    1. Pense no nicho de mercado

    Antes de abrir qualquer empresa, o primeiro passo é definir o nicho e o segmento de mercado. Isso permite que você entenda melhor o público-alvo e crie estratégias relevantes para sua organização.

    2. Elabore um plano de negócio

    Sem planejamento estratégico não tem como fazer sua instituição funcionar, o que torna o plano de negócios uma ferramenta fundamental. Para desenvolvê-lo, analise o mercado, pesquise sobre os principais concorrentes, e defina metas e objetivos.

    Empreendedorismo digital: criador de conteúdo

    3. Encontre boas referências

    Quando falamos sobre ideias de empreendedorismo digital, você deve procurar por referências para a sua própria marca. Analise os conteúdos ou projetos que você gosta e veja como pode aplicá-los dentro da sua estratégia. Aqui, vale a pena ir além do seu segmento, pensando em trazer inovações para sua área.

    4. Esteja sempre atualizado

    Para que você seja um empreendedor digital de sucesso, deve estar familiarizado com as principais tendências do mercado e se atualizar sobre novas ferramentas e softwares que podem aprimorar o seu trabalho.

    5. Crie um networking

    Relacionamento é tudo. Dito isso, participar de eventos dentro do seu segmento é importante tanto para prospecção de novos clientes quanto para um melhor contato com as pessoas da área. Essa é uma excelente oportunidade de crescimento, de construção de análises e estratégias para sua instituição.

    6. Crie conteúdos de qualidade

    Muitos podem achar que a criação de conteúdo é algo simples de fazer e, por isso, acabam não pensando estrategicamente na área. Entretanto, para ser bem-sucedido, é vital entregar materiais relevantes ao público, respondendo às suas principais dúvidas e oferecendo valor.

    7. Divulgue

    Não adianta entender o que é empreendedorismo digital se você não souber como divulgar o seu trabalho. As pessoas precisam encontrar a sua marca e, para isso, você deve ter relevância no mundo online. Esteja presente nas principais redes sociais, invista em anúncios e crie um bom planejamento para essas estratégias.

    Dica bônus: foque na experiência do usuário

    Apesar de toda a transformação digital e dos novos canais de comunicação, muitas pessoas ainda preferem entrar em contato com uma corporação através do telefone, como mostra o relatório da Zendesk.

    Por isso, dispor de um número comercial, com atendentes capacitados e profissionais para atender, é fundamental para melhorar a experiência do cliente.

    Você pode pensar que o seu empreendimento ainda é muito pequeno para contratar uma secretária para realizar este tipo de atendimento. Mas já ouviu falar sobre a terceirização do atendimento telefônico?

    Nesse caso, a Prestus pode te auxiliar significativamente, realizando o atendimento receptivo e ativo dos seus clientes, em nome da sua empresa, 24 horas por dia.

    Quer saber como funcionam esta e outras funcionalidades da Prestus? Basta agendar uma consultoria grátis com um dos nossos especialistas em atendimento e vendas ou, se preferir, visite nosso site

    Veja outros conteúdos que também podem te ajudar:

    Deixe o seu comentário!