Pequenas empresas e o Coronavírus: 5 dicas para manter o seu negócio

0800 60 Clique para ver

Pequenas empresas e o Coronavírus: 5 dicas para manter o seu negócio

 

O que as micro e pequenas empresas podem fazer para não sofrerem drasticamente o impacto gerado pela pandemia?

Pequenas empresas e o Coronavírus

Com a crise da COVID-19, pequenas empresas e microempreendedores têm sofrido impactos para manter suas atividades em meio a pandemia, visto que a procura diminuiu drasticamente em razão do isolamento social ou, ainda, muitas empresas tiveram que interromper suas atividades conforme as regras que foram decretadas para o distanciamento.

No entanto, os custos e as obrigações financeiras não foram isoladas deste momento, mesmo com as ações do governo sobre a economia e formas que foram providenciadas para auxiliar micro e pequenas empresas, ainda existem pendências que cada empreendedor precisa suprir dentro do seu próprio negócio.

Por isso, neste post, separamos algumas dicas que podem auxiliar as micro e pequenas empresas a manter suas atividades durante a pandemia, acreditamos que é um momento de adaptações, e que cada negócio deve rever suas perspectivas e encontrar soluções que possam beneficiar tanto seus colaboradores, quanto os clientes e, claro, o próprio negócio. Vamos lá?!

Antes de mais nada, priorize a saúde dos seus funcionários

É um momento delicado, pois nem todas as empresas têm o hábito de trabalhar de forma remota, por este motivo muitas tiveram que adaptar a rotina de seus colaboradores, para cuidar da saúde de cada um e contribuir com a sociedade.

Sendo assim, é de extrema importância ter, em primeiro lugar, empatia e humanização pela situação e, se possível, esteja ainda mais conectado com seus colaboradores, dê dicas de como atuar no Home Office e como a sua empresa está agindo em função da estabilidade de todos.

Para te auxiliar, recentemente, preparamos um material com dicas de como tornar o Home Office ainda mais produtivo, confira:

como tornar o home office mais produtivo

Nesse contexto, descubra através das dicas a seguir o que você empreendedor pode fazer durante a pandemia para manter o seu negócio atuando ativamente. Vamos lá?!

Dica 1: Se possível, trabalhe Home Office

Ainda sobre o trabalho remoto, acima de tudo é importante frisar que o momento pede que todos fiquem em casa em prol da diminuição do índice de casos confirmados com COVID-19.

Então, se o trabalho Home Office não era algo comum na sua empresa, saiba que existem diversas formas e ferramentas que podem auxiliar você e a sua equipe a manter as atividades e a comunicação ativa, as quais falaremos mais a frente.

É natural, inicialmente, enfrentar algumas dificuldades caso a sua equipe nunca tenha adotado este sistema de trabalho, mas nada que não possa ser superado!

A comunicação, nesse momento, é ainda mais fundamental

É necessário delegar as tarefas e atividades claramente e, principalmente, não deixar de lado os prazos, pois eles são importantíssimos para contribuir com o foco de cada um, visto que é um período em que todos estão sujeitos a maiores distrações, sejam elas por causa da nova rotina, novo ambiente de trabalho, entre outros fatores.

Nesse contexto, faça vídeo conferências e elabore e-mails internos, por exemplo, essa troca constante permite que mesmo que não exista a reunião presencial e o compartilhamento de informações como acontece no escritório usualmente, todos da sua empresa possam estar inteirados e conectados com os processos e atualizações.

Busque, se possível, enviar ao menos um e-mail por semana para a equipe e reforce a importância dos líderes de cada setor, caso existam, de estarem dispostos a auxiliar e motivar seus liderados, assim como você empreendedor, deve estar disponível para sua equipe.

Aqui no blog, temos um post que pode te interessar, sobre Como comunicar uma imagem profissional através do Home Office.

Caso o trabalho Home Office na pequena empresa esteja fora de cogitação

Visto que seu negócio desempenhe atividades que não são possíveis no âmbito remoto, existem medidas que possibilitam a segurança e estabilidade da sua empresa e dos seus funcionários, como:

  • Antecipação de férias ou férias coletivas
  • Antecipação dos feriados
  • Compensação de jornada por banco de horas
  • Adequar a equipe em turnos alternados para evitar a aglomeração
  • Prorrogação de pagamentos como o Simples Nacional e recolhimento do FGTS

Em suma, consulte as alternativas adotadas pelo governo para saber qual é possível adequar ao seu formato de negócio.

Dica 2: Faça negociações com seus clientes

Neste período de incertezas, o que mais assusta e preocupa as micro e pequenas empresas são os fatores relacionados a pagamentos e geração de receita, no entanto, vale pensar na situação que o outro está enfrentando também, como cliente e como empreendedor.

É possível, por meio de algumas opções criativas, manter o negócio com o seu cliente e ainda fidelizar seu relacionamento com ele. Veja algumas dicas a seguir.

1 – Saiba o que o seu cliente precisa neste momento

A maioria dos consumidores ou até mesmo pequenas empresas que contratam terceiros, tendem a diminuir a compra de suprimentos ou cancelar serviços não essenciais em períodos de crise, por isso, para que o seu negócio não fique para trás e seja visto como “não essencial”, desta forma busque saber o que o seu cliente precisa neste momento.

Pode ser que o desconto não seja o suficiente, mas quem sabe uma prorrogação no prazo de pagamento pode fazer a diferença para ele, não é mesmo?! Procure beneficiá-lo e assim, manter suas atividades e ganhar a fidelização através do relacionamento com o cliente.

2 – Saiba o que o seu potencial cliente gostaria de receber neste momento

A venda de produtos e serviços, mesmo em meio a pandemia, não pode parar, todos estão buscando alternativas para se manterem ativos e continuar gerando receita. Por isso, para alcançar seus potenciais clientes, busque agregar valor à suas atividades: ofereça benefícios, vantagens de compra e cupons, mesmo que de utilização futura, para ajudar seu público a contratar ou comprar com o seu negócio.

3 – Aumente prazos de encomenda e produção

Lembre seus clientes que a sua empresa também está tomando as devidas medidas para a segurança dos funcionários e da sociedade. Em consequência disso, os prazos de produção e entrega podem se estender, já que o sistema de trabalho remoto ou em escala foi adotado em prol das recomendações de isolamento. Sendo assim, sempre mantenha todos informados de como a sua empresa está atuando.

Dica 3: Adaptações são super bem-vindas

Diversas empresas já implementaram soluções para reduzir os impactos da quarentena, como, por exemplo, os bares e restaurantes que aderiram ao sistema de delivery.

Como resultado, muitos outros negócios, dentro do varejo, também precisaram se reinventar, aderindo a venda online e a entrega de produtos nas residências de seus consumidores, bem como a maioria dos serviços de ensino presencial precisaram adotar um sistema de aulas online.

Aqui, queremos mostrar que você ainda pode estar em contato com seus clientes, mesmo que à distância.

Use da criatividade e da tecnologia para beneficiar seu negócio e melhorar o relacionamento com os clientes, aproveite o fato de que a maioria das pessoas estão em casa e pense em como sua empresa pode utilizar dos serviços digitais para se aproximar delas.

Outro ponto extremamente importante, é que muitas empresas estão se reunindo para ajudar umas as outras. Portanto, veja quais negócios combinam com o seu e faça parcerias, para que ocorra essa contribuição e logo a troca de clientes entre ambos negócios.

Dica 4: Mantenha sua presença nas mídias digitais

As pessoas estão ainda mais conectadas, o tempo de permanência nas redes sociais é bem maior e atinge a todos com mais frequência, por isso não meça esforços para trabalhar com os canais de comunicação e manter sua presença nas redes sociais.

Caso a sua empresa ainda não trabalhe com os principais canais de comunicação, este é momento ideal para criar, por exemplo, um site, um WhatsApp profissional, Facebook, Linkedin e Instagram, que são mídias indispensáveis hoje em dia. 

Ressaltamos que é importante usar as redes sociais da maneira certa, pois cada uma trabalha com uma linguagem e um público diferente. Conte com a sua equipe e elabore estratégias de conteúdo, e descubra onde você deve investir maiores esforços. Você verá como as mídias digitais têm o poder de aproximar seu cliente ainda mais do seu negócio.

Uma dica fundamental aqui é manter seu público-alvo a par da situação e das ações da sua empresa, por isso forneça conteúdos que agregam valor aos seus seguidores, não é o momento de apenas focar na venda, mas sim em dar dicas de prevenção, do que fazer durante a pandemia para manter suas atividades e indiretamente, de como seu serviço ou produto podem auxiliar outras pessoas.

Como sua empresa pode se posicionar nas redes sociais:

Por exemplo, aqui na Prestus, mesmo todos operando remotamente neste momento, estamos fazendo postagens sobre como estamos nos adaptando à esta nova realidade, além disso, damos diversas dicas aqui no blog, em nossas redes sociais e em nossas newsletters, sobre como atuar em Home Office, quais canais de comunicação são fundamentais para manter o atendimento ao cliente e entre outros conteúdos que agregam alguma informação e conhecimento.

Caso queira conferir, nosso último conteúdo lançado, clique aqui

5 canais de comunicação para manter o atendimento ao cliente

De forma geral, o conteúdo que entrega algum valor e conhecimento é perfeito para o momento, afinal todos estão cercados de más notícias e fake news e buscam por um momento de conforto, onde possam aprender ou desenvolver algo, ou seja, além de ajudar alguém, você ainda pode estar garantindo uma possível oportunidade de negócio futuramente. Pense nisso!

Dica 5: Não pare o seu atendimento

Apesar da queda evidente no consumo de muitos produtos e serviços, os mesmos não deixaram de existir. Consequentemente, o atendimento de muitas empresas que precisaram reduzir suas jornadas de trabalho e “abaixar” suas portas temporariamente, da mesma forma, não parou.

E o que fazer quando não se pode estar no escritório para atender o telefone? O que fazer com a demanda de atendimento, quando foi necessário reduzir a equipe dentro da empresa?

Em meio ao coronavírus, as pessoas estão ainda mais dispostas a falar e buscam ser atendidas de forma eficiente, sendo assim é fundamental você, como micro ou pequena empresa, esteja atento a alternativas que possam manter seu contato com o cliente. Sendo assim, selecionamos abaixo algumas dicas que podem te auxiliar.

1 – Transfira as chamadas do seu telefone fixo

Para que todas as chamadas sejam redirecionadas para um outro número fixo ou móvel, que agora irá atender seus clientes, você pode utilizar função SIGA-ME ou o PABX da sua empresa.

Por exemplo: para redirecionar todas as chamadas da Operadora Claro, configure: *21* NúmeroExterno# (LIGAR). 

Assim, você tem a possibilidade de transferir ligações para telefones celulares de funcionários, por exemplo, e garantir o atendimento das chamadas que seriam perdidas no escritório. Nós temos um artigo completo aqui, onde explicamos como funciona a programação dos códigos SIGA-ME.

Caso a sua operadora NÃO disponibilize esta função ou você não tenha para quem transferir essas chamadas, assim como no momento não pode acumular esta demanda para você, conte com as nossas soluções, onde podemos assumir o atendimento da sua empresa 24 horas por dia, pelo tempo que for necessário, saiba aqui como podemos ajudar seu atendimento telefônico SEM SIGA-ME.  

operadoras oi e vivo não possuem o siga me

2 – Terceirize seu atendimento

Se acaso você não tenha como contratar mais funcionários ou não consiga se dedicar ao atendimento telefônico, uma das soluções é a terceirização.

Terceirizar o atendimento, com a Prestus, por exemplo, é contar com uma equipe de Secretárias Compartilhadas, prontas para atender em nome da sua empresa, com sigilo total e eficiência. Ao final de cada ligação, você recebe por e-mail ou SMS um relatório detalhado sobre o atendimento. Assim, você pode dar continuidade na solicitação ou designar para um responsável interno, garantindo mais produtividade ao seu tempo.

Caso você queira saber mais a respeito das Secretárias Compartilhadas, fale com um consultor, e assim, como mais 500 empresas, garanta o atendimento do seu negócio.

Por fim, esperamos que você tenha gostado das dicas e aproveite cada uma delas para manter as atividades da sua micro ou pequena empresa em meio ao corona vírus.

Continue acompanhando nosso blog para ter mais atualizações de como fazer um pouco mais, a cada dia, pelo seu negócio.

Um abraço e até o próximo post.

Escreva seu comentário:

Seu e-mail não será publicado.

*
*


Ultimas postagens


Julia Brentan

Fluxo de atendimento: o que é e como ele pode ajudar sua empresa

Sem categoria - 30/04/2020

 

  Entenda como ocorre o processo de atendimento dentro das empresas e como ele pode ser vantajoso para o seu negócio Muito se fala sobre a importância do atendimento telefônico para garantir a satisfação do cliente, não é mesmo?! Mas, você sabe […]

empreendedorismo dicas de como otimizar o seu negocio

Amanda Carmo

Empreendedorismo: 5 Dicas de como otimizar o seu negócio.

Qualidade de Vida do Empreendedor - 22/05/2020

 

  O que é o Empreendedorismo? Havia um tempo em que nem existia toda essa repercussão sobre o empreendedorismo, hoje, é uma realidade extremamente presente em nossa sociedade. Segundo dados da Sebrae, 98,5% das empresas do país são micro ou […]

terceirização: como este serviço pode ajudar a reduzir custos no seu negócio

Amanda Carmo

Como a terceirização do atendimento telefônico pode ajudar a reduzir custos

Produtividade - 15/05/2020

 

  A terceirização de serviços tem crescido cada vez mais no país. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), mais de 4 milhões de pessoas são empregados de forma terceirizada, pois a mesma pode ser observada como […]