NEUROLINGUÍSTICA: VENDA MAIS COM 3 SUPER DICAS

 

Conheça este incrível conceito e tire todo proveito dele nos seus negócios

Venda mais com a neurolinguística

A neurolinguística está no nosso dia a dia, em todos os lugares. Somos tanto emissores quanto receptores de técnicas de neurolinguística.

Mas, neurolinguística não é uma palavrinha dita a todo instante, por isso, ela pode não ser tão familiar para todo mundo.

Bem, neurolinguística é uma ciência que estuda as relações entre a estrutura do cérebro humano e a capacidade linguística. Consequentemente, temos a Programação Neurolinguística, a PNL, que é uma ferramenta poderosa de aplicação da Neurolinguística em diferentes áreas de atuação.

Para entendermos na prática, aqui vai um exemplo.  Observe em filmes ou séries policiais em que um investigador está interrogando o suspeito em uma daquelas salinhas bem sinistras. Quem está entrevistando está interessado em obter respostas verdadeiras, saber o que aconteceu em uma determinada situação. Quem está do outro lado precisa se identificar com você, portanto, o investigador, que é muito bem treinado em neurolinguística, vai utilizar gestos e expressões corporais que se assemelham aos gestos e expressões do investigado.

Se o investigado tem uma postura mais retraída, está de braços cruzados, é muito possível que o investigador também se iguale, se retraia na cadeira e cruze os braços, para que haja identificação e empatia para uma possível conversa mais aberta.

Se o tom de voz do investigado é baixo e do investigador é alto, haverá um ruído na conversa, por isso, quem tem interesse em ganhar a empatia do outro deve conhecer algumas técnicas de neurolinguística.

Acho que deu para entender um pouquinho de como aplicar isso para as vendas, não é mesmo?

Imagine você em uma reunião para apresentar seus serviços ou produtos a um potencial cliente e a pessoa é muito agitada, fala rápido, faz movimentos rápidos com as mãos e você, que é uma pessoa mais calma, mais tranquila, tem um ritmo mais lento para falar e se expressar. Existe uma grande possibilidade de a pessoa não ter paciência com você, te achar muito lento e, só aí, você já perdeu metade da sua venda: quando não há empatia, a venda vai por água abaixo!

Não significa que você deva ser um ator de Hollywood em cada contato comercial, nem que precisa deixar sua personalidade de lado, mas, você precisa ter conhecimento técnico da neurolinguística.

Aqui você vai ver algumas dicas importantes para aplicar a neurolinguística para vender mais:

1 – Descubra se seu potencial cliente é visual, auditivo ou sinestésico.

Antes de qualquer coisa é preciso identificar o perfil da pessoa com quem você quer gerar empatia.

O perfil visual é aquela pessoa que entende as coisas a partir de gráficos, infográficos, filmes, tabelas e outros recursos visuais, não é a pessoa que vai gostar de ler texto corrido. Costuma falar muito depressa e tenta expressar o que quer dizer utilizando imagens como referência. Adianta levar uma apresentação comercial com muito texto para este perfil? Com certeza, não! Venda sua empresa para este perfil com imagens explicativas.

Já o perfil auditivo fala mais devagar, de forma clara e pausada, onde o raciocínio é mais analítico. É um perfil que quer ouvir uma voz que passe confiança. Portanto, ao vender para este perfil, não adianta fazer o estilo “italiano” de gesticular e falar muito e alto. Ganhe a confiança do auditivo e explique claramente tudo que ele quer saber.

O perfil sinestésico precisa sentir as coisas para compreendê-las, costuma tocar nas pessoas, o sentimento e o tato são importantes para este perfil, portanto, ao encontrar este perfil, dê um aperto de mão firme, que transmita confiança, convide para um café (e pague o café), tente “ganhar” esta pessoa por um lado mais sentimental.

2 – Espelhe-se

Depois de ter identificado o perfil do seu contato, a dica é espelhar-se! Lá do começo deste post, é o copiar a postura, os movimentos, a posição de tronco, o tom de voz e a velocidade da fala, assim, você vai ganhar empatia e confiança!

3 – Venda “valor”

Independentemente do perfil, qualquer pessoa se sente incomodada quando percebe que o único interesse do vendedor é vender. Embora pareça óbvio que o vendedor quer vender, ele não pode deixar isso tão escancarado para seu possível cliente. Você precisa entregar “valor” a ele, portanto, venda os benefícios do seu produto e serviço e não o produto ou serviço em si.

Aí fica a lição de casa de ter uma lista de benefícios que agreguem valor a quem está comprando seu serviço ou produto.

A neurolinguística é uma área bastante ampla e, se bem explorada, pode levar a excelentes resultados para toda a vida. Aqui deixamos uma dica de leitura para você se aprofundar no tema: “Introdução à Neurolinguística – como entender e influenciar as pessoas”, O’Connor, Joseph, Summus Editorial.

DICA BÔNUS: para te ajudar a vender mais e melhor, a Prestus Secretárias Compartilhadas pode auxiliar significativamente os seus negócios, realizando o atendimento receptivo e ativo dos seus clientes e potenciais clientes, em nome da sua empresa, 24 horas por dia, se necessário. Quer saber como funciona esta e outras funcionalidades da Prestus? Basta agendar uma consultoria grátis com um dos nossos especialistas em atendimento e vendas ou, se preferir, visite nosso site.

Bons negócios!

Um abraço e até o próximo post.

2 comentários em “NEUROLINGUÍSTICA: VENDA MAIS COM 3 SUPER DICAS

  1. Pingback: 6 DICAS PARA FAZER UM EXCELENTE PITCH DE NEGÓCIOS - MaisEficiente

  2. Pingback: EMPREENDEDOR: 03 DICAS de como melhorar o seu FOCO nos NEGÓCIOS - MaisEficiente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimized with PageSpeed Ninja