fbpx

Já ouviu falar em User Experience?

Se você tem seu próprio negócio ou gerencia um, você precisa conhecer esse conceito!

User Experience, ou, Experiência do Usuário, traduzindo para nosso português porque o conceito vem do inglês, tendo surgido nos Estados Unidos, nada mais é do que nos colocarmos do outro lado do balcão dos negócios, ou seja, do lado do cliente, passando a experiência de compra como cliente e não como a empresa que está vendendo.

Mas, quando falamos que nada mais é do que isso, não significa que seja simples, pelo contrário, se tem algo desafiador atualmente é saber se colocar no lugar do cliente!

Você já se passou pelo seu cliente?

Inicialmente o conceito de User Experience, também conhecido pela abreviação UX foi desenvolvido para aplicação na área de tecnologia, no desenvolvimento de sites, sistemas, plataformas, lojas virtuais, para minimizar erros e reduzir a necessidade de retrabalho, gerando melhor otimização do tempo e melhor qualidade na entrega.

Portanto, todo mundo que trabalha com desenvolvimento, programação e criação, já deve ter ouvido e aplicado o conceito de UX.

O cerne do conceito de UX deve ser aplicado por todo mundo que tem um negócio ou gerencia um, é preciso e é obrigatório se colocar no lugar do cliente. Uma coisa é você desenvolver um produto, serviço, estruturar uma área de atendimento olhando para dentro da empresa, outra coisa é você experenciar tudo isso como cliente.

Você já aplicou o “cliente oculto” para seu negócio? É algo que também deve ser feito para avaliar o atendimento e entrega da sua empresa. É interessante você mesmo ou um grupo de amigos, familiares e conhecidos fazer a vez de cliente, passando pelo processo de ponta a ponta e depois reportando a você como foi a experiência, desde os pontos positivos até os problemas encontrados e pontos de melhorias.

O User Experience permite, inclusive, que uma empresa determine se, de fato, necessita da implementação de um novo processo ou da contratação de mais pessoal, por exemplo. O User Experience não é válido somente para rever pontos, mas, de repente, para verificar a não necessidade de algum ponto levantado.

Por exemplo: Sua empresa detectou que a área de atendimento, que tem seis pessoas, não está dando conta das demandas que chegam por telefone e algumas ligações não estão sendo atendidas ou o atendimento está sendo feito às pressas, então, você decide contratar mais pessoas. Será mesmo que essa é a melhor solução? O User Experience levanta melhorias nos processos para clientes e usuários, mesmo que esses usuários sejam internos. Será que uma simples repaginação no script de atendimento, tornando a comunicação mais eficaz, não melhoraria esse fluxo de ligações? Ou será que ao invés de contratar mais pessoas, gerando mais custos para a empresa, não seria o caso de realocar o atendimento da sua empresa para secretárias virtuais devidamente treinadas e que atenderiam 24h o seu negócio?

Há cursos de User Experience que ensinam muito bem como utilizar esse conceito no dia a dia do seu negócio. Além, claro, de um mundo de informações sobre o conceito disponíveis na internet.

Para continuar por dentro do universo tech e de inovações que fazem a diferença dentro do seu negócio, acompanhe nosso blog. Em breve traremos novidades sobre como melhorar a experiência do consumidor e como otimizar o atendimento da sua empresa, inclusive, por meio do canal de comunicação que vem sendo cada vez mais utilizado dentro das empresas: o WHATSAPP (clique e saiba porquê).

Um abraço e bons negócios!

Fale com a gente!
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *