Feedback: o que é e para que serve? Confira 5 exemplos!

0800 60 Clique para ver

Tudo sobre feedback: o que é e para que serve?

Por Amanda Carmo

Empreendedorismo

Publicado - 28/01/2022

Baixe nosso material mais recente!

Baixe nosso material mais recente!
Baixar Material
Tudo sobre feedback: o que é e para que serve?

Sumário

    Entenda tudo sobre o que é feedback e para que serve, com o objetivo de melhorar o desempenho da equipe em poucos passos.

    Um termo muito comum atualmente utilizado entre todos os nichos e empresas, o feedback ganhou presença no mercado pela capacidade de melhorar o desempenho de colaboradores e gestores.

    Mas como dar feedback positivo? É possível que essa prática se torne nociva quando mal aplicada, por isso, deve-se estar atento aos seus exemplos e até mesmo a forma em que recebe o retorno, seja do seu chefe, líder ou gestor.

    Caso seja um gestor, trouxemos uma série de exemplos de feedbacks práticos para aplicar em suas reuniões semanais e mensais, além de dissertar sobre a importância do feedback positivo para que a equipe consiga prosperar sem desânimo ou desmotivada.

    Confira agora tudo sobre feedback: o que é e para que serve!

    O que é feedback e para que serve?

    Originária do inglês a palavra feedback traz como significado principal avaliação e retorno.

    Na prática, é comum utilizar essa expressão quando precisa passar seu ponto de vista para alguém e sugerir melhorias. Aliás, de nada adianta informar um erro, ou mudança necessária e não guiar o receptor da mensagem para melhoria.

    Então, o que é feedback e para que serve? É uma das formas de avaliar e opinar sobre seu colaborador e até mesmo um terceiro diante de suas ações e tarefas.

    Ou seja, o principal foco é estabelecer uma comunicação assertiva e amena, reconhecendo ou apontando melhorias, caso necessário.

    Portanto, o feedback positivo não deve focar apenas em parabenizar uma nova conquista e sim em resultados e desempenhos, utilizando uma análise mais profunda e repetindo sempre que possível esse processo para conseguir acompanhar uma evolução.

    Qual a importância do feedback?

    Você percebeu anteriormente que nem sempre um feedback positivo trará boas mensagens ou felicitações. Ainda assim, é importante atentar-se à maneira que se dá o feedback e até mesmo ao tom de voz utilizado, para que isso não seja levado como uma crítica, e sim como uma oportunidade de melhoria.

    Um exemplo de feedback negativo no trabalho que pode ser visto com frequência é quando a equipe comete algum deslize ou ocorre um problema difícil de solucionar e, ao invés de pensar formas de comunicar o erro, a única mensagem passada é uma represália.

    É fato que não precisamos ser omissos a erros, mas existem diferentes formas de comunicar isso. A seguir, separamos alguns exemplos práticos de feedbacks, em que você pode tirar inspirações para comunicar-se com sua equipe de maneira mais efetiva.

    O importante é fazer com que o colaborador entenda o que ele precisa melhorar e instruir novas formas para que o mesmo erro não se repita.

    O peso de um feedback negativo pode alterar a performance de um funcionário, desmotivá-lo e não ajudar em nada as questões que precisam ser tratadas. Muito pelo contrário, agir de cabeça quente em momentos delicados como este é uma prática nociva que deve ser extinta de seu dia a dia.

    Veja também: Qual a importância da saúde financeira da empresa: o que é e como medir?

    Como dar feedback? Exemplos práticos

    Agora que você já compreendeu o que é feedback, para que serve e qual sua importância, trouxemos exemplos para se adotar e começar a colocar em prática ainda hoje.

    Confira abaixo um guia de bolso para você que não sabe como dar feedback e poder utilizar nossos exemplos em suas próximas conversas. Além disso, também separamos exemplos negativos como exemplos que não devem ser seguidos.

    Acompanhe nossa lista de exemplos de feedbacks práticos!

    Formal x informal

    O nosso primeiro exemplo de feedback construtivo é fundamental para conseguir aplicar os próximos deste guia. Isso porque é necessário entender em qual ocasião cada um é utilizado, para evitar desgastes e possíveis gafes.

    No mundo corporativo, podemos notar o feedback formal em processos pontuais e agendados, muitas das vezes após algum conflito interno que foge do seu controle, administrá-lo ou até mesmo promoção e avaliação de desempenho.

    Já o feedback informal é aquele que se torna recorrente, um exemplo de feedback construtivo informal é quando precisa alinhar algo com a equipe de atendimento sobre suas metas, motivá-los e também conseguir acompanhar de perto e sugerir mudanças quando sentir que algo precisa ser ajustado.

    Positivo

    Nosso segundo exemplo de feedback construtivo é o feedback positivo, que na verdade irá complementar os exemplos acima. Ou seja, é uma prática que deve ser adotada em conjunto para obter sucesso na comunicação.

    Portanto, a principal necessidade de reforçar um feedback positivo é motivar e garantir que o receptor da mensagem mantenha a constância e saiba que está sendo observado.

    Negativo

    O mais temido, o feedback negativo precisa ser calculado e é tão necessário quanto o positivo, afinal, é preciso enxergar quando as coisas não vão bem e levar a notícia de maneira resolutiva, inspirando a pessoa que receber esse feedback a repensar suas ações.

    Um exemplo de feedback negativo no trabalho que pode ser observado com frequência é quando algum membro da equipe comete um deslize, seja no atendimento ao cliente ou até mesmo com os demais colaboradores.

    Lembre-se de passar a mensagem com imparcialidade e procure entender e ouvir o outro lado, afinal, assim vocês podem chegar em uma concordância e evitar desgastes maiores com essa situação. Ao final do feedback certifique-se que o recado foi passado corretamente.

    Construtivo

    Chegamos ao penúltimo exemplo de feedback de nosso guia, o modo construtivo tende a ser mais neutro, já que não é utilizado quando precisa ser portador de boas notícias, mas também não pode ser considerado um feedback negativo.

    Muito mais comum no âmbito informal, o feedback construtivo é recorrente e podemos ver exemplos em reuniões semanais para organizar questões da equipe, instruir seu time e até mesmo buscar novas ideias e soluções para um problema premeditado.

    Pessoal

    Por fim, o feedback pessoal é comumente utilizado no setor de departamento pessoal e satisfação do cliente, ele irá analisar o colaborador de forma individual e serve para traçar novos planos de carreira, acompanhar o desempenho e cuidar de problemas pontuais.

    Também é muito útil na análise pessoal de cada um, ou seja, verificar se as ambições do indivíduo em particular serão correspondidas mediantes as ações ali praticadas, portanto, lembre-se de utilizar uma comunicação leve, ser franco e direto.

    Mude atitudes e se surpreenda

    Neste conteúdo sobre o que é feedback e para que serve, você acompanhou a importância de um bom feedback, como utilizá-lo corretamente e até mesmo viu exemplos exclusivos para colocá-los em prática.

    Pode compreender que um feedback fora de hora, mal estruturado e com a cabeça quente pode desestabilizar uma equipe, desmotivar um funcionário e trazer infinitos problemas de convivência.

    Mas, se acertar no feedback, seja ele positivo ou negativo, irá colher os frutos o mais breve possível.

    Essa foi uma dica para quem deseja investir em comunicação e consequentemente melhorar a performance da empresa, mas sabe o que mais pode te ajudar com performance e comunicação? Secretárias virtuais!

    A Prestus é a primeira e maior empresa de secretárias compartilhadas no Brasil, atendendo em nome de mais de 500 empresas com total sigilo e prestatividade. 

    As secretárias virtuais oferecem atendimento telefônico 24 horas, aplicam o questionário de atendimento receptivo e encaminham os recados por e-mail e/ou SMS. 

    Essa é uma alternativa real para oferecer um atendimento personalizado e diferenciado aos seus clientes. Conheça nossos planos e acompanhe o nosso blog para mais conteúdos de organização, empreendedorismo e atendimento ao cliente!

    Deixe o seu comentário!