Advocacia: 3 erros comuns no atendimento telefônico - Prestus

0800 60 Clique para ver

Advocacia: 3 erros comuns no atendimento telefônico

 

Sabemos que nenhum profissional nasce com um manual de instruções sobre determinados comportamentos/reações no que tange à aquisição, atendimento e fidelização de clientes. Pensando nisto, estamos sujeitos a cometer gafes que, muitas vezes, passam despercebidas, mas que podem afetar a decisão do cliente na hora do fechamento do negócio.

Por este motivo, listamos os erros mais comuns cometidos por escritórios e profissionais de advocacia, quando nos referimos ao atendimento telefônico ao cliente. Esperamos que você NÃO se identifique com nenhum deles:

  • Atender ligações durante uma consulta presencial com outro cliente: No momento da consulta presencial, o cliente precisa se sentir valorizado e priorizado, pois, ele agendou uma consulta, se locomoveu até o escritório, possivelmente aguardou alguns minutos para ser chamado, além de que, certamente, investiu algo para realizar aquele contato.
  • Não retornar ligações, rapidamente: Muitas vezes, quem liga, precisa somente de alguma informação rápida que a própria secretária pode resolver, mas outras vezes precisa tirar alguma dúvida específica sobre o seu caso. Nestes casos mais específicos, será necessário que o advogado, sabendo do que se trata, retorne a ligação assim que possível. Quando isto não acontece, o cliente perde o interesse e entusiasmo pela parceria.
  • Não estar disponível: Sabemos que a rotina dos profissionais de advocacia é extremamente agitada e com pouquíssimo tempo livre durante a semana. Em diversas pesquisas de atendimento que fizemos com este segmento, um dos maiores sonhos do profissional de advocacia é ter mais tempo disponível para realizar seu serviço e até mesmo para outras atividades pessoais. Não estar disponível a um cliente que liga, no entanto, pode parecer que você não está interessado no caso ou simplesmente não faz questão de ter aquele potencial cliente, como cliente. Neste momento, de aproximação inicial, o cliente está considerando o mais importante: relacionar-se ou não com o seu negócio. Pequenos sinais de dificuldades neste processo, permitem ao cliente imaginar como será difícil resolver as coisas, no futuro, caso ele tenha problemas no “pós-fechamento” (“pós-venda”)

Mostre-se atencioso e pré-disposto a ajudar seu cliente, desde o contato telefônico inicial; pois será neste momento que ele decidirá se irá investir seu tempo e dinheiro no seu escritório ou se continuará interessado em conhecer seus concorrentes.

DICA: Hoje em dia, o serviço de Secretárias Compartilhadas da Prestus auxilia profissionais e empresas para que estes erros mencionados acima não aconteçam, e você tenha mais foco e qualidade de vida. Nossas secretárias atendem estas ligações, agendam consultas e reuniões, enviam lembretes, efetuam cobranças, e até mesmo tiram dúvidas rápidas, caso seja do seu interesse. É tão simples e rápido como definir o script e programar as linhas do seu escritório e os celulares dos sócios. Agende uma consultoria grátis.

Grande abraço.
Até o próximo post.

Escreva seu comentário:

Seu e-mail não será publicado.

*
*


Ultimas postagens

O que é o Sac

Amanda Carmo

SAC: O que é e como estruturar na sua empresa

Sem categoria - 01/09/2020

 

 O SAC é a sigla que representa o Serviço de Atendimento ao Consumidor, ou seja, é o contato direto entre a empresa e seus clientes ou potenciais clientes, através de diferentes canais de comunicação. O Serviço de Atendimento ao Consumidor […]


Julia Brentan

Experiência do Cliente: 5 dicas para personalizar a jornada do usuário

Sem categoria - 18/08/2020

 

  A transformação digital veio para ficar e com ela o empoderamento dos consumidores. Com os indivíduos cada vez mais bem informados, oferecer experiências ricas é um passo fundamental e cada vez mais necessário para que uma empresa tenha sucesso […]